19 de fev de 2006

Medo: me seguiram no metrô de NYC

Na Segunda-feira passada, estava voltando da facul, minha ultima aula eh de banda, ensaiamos das 7:30-9:30pm. Da facul eu pego um onibus pro Terminal, de la pego outro onibus pro subway e ando dois blocos pra chegar em casa.
Fui lendo um livro muito interessante: Miracles Happen by Brooke and Jean Allison, o caminho todo. Estava tao entretida com o livro q deixei passar a estacao do subway. Assim q me dei conta, desci na proxima estacao. Perdi umas quatro estacoes e tive q voltar. Sai do subway e atravessei a plataforma, me dei conta q tinha um rapaz atras de mim, pelo jeito tinha perdido a estacao tb. O subway tava demorando pra vir. Mas continuei lendo. Senti q estavam me olhando, e pelo canto do olho notei q era o rapaz q tinha perdido a estacao tb. Dai, virei pra olhar e quase naum dava pra ver o rosto dele. Ele era um rapaz alto, todo de preto e com a touca da blusa cobrindo quase todo o rosto. Ele desviou o olhar qdo olhei, mas logo voltou a olhar de novo. "Q estranho" - pensei. Eram 11:30pm mais ou menos, e so tinha o rapaz, um senhor e eu esperando o subway.
O subway chegou. Entrei e sentei perto da porta. Notei q o rapaz ficou em pe observando de uma certa distancia. Aquilo estava me incomodando. Naum conseguia me concentrar na leitura. Me forcei a ler. "Eh coisa da sua cabeca Gi." pensei. Desci na estacao onde tinha q transferir pra outra linha do subway. O rapaz desceu tb. "E agora? Ele ta me seguindo ou eh coisa da minha cabeca?" Meu coracao estava disparando. Esperei o trem, tentando ler. So queria ir pra casa. "Se ele continuar me seguindo eu vou sair do subway e correr em disparada pra casa. Mas dai ele vai saber onde eu moro...essa naum eh uma boa ideia. E depois, estou carregando muita coisa, ele com certeza pode correr mais rapido. Meu celular naum funciana aqui. E agora?" Nisso o subway chega. Entrei e sentei perto da porta, o rapaz entrou tb. "O q eu faco? Ai Senhor me cubra com teu sangue." Meu coracao disparado. A mente a mil! (To boa pra escrever dramas ja heim?! rs) A mulher q fecha as portas do subway disse pouco antes de fecha-las: Stand clear of the closing doors please. Mal ela terminou de falar essa frase, eu tive uma ideia e agi: Sai correndo do subway, pouco antes de fecharem as portas. Hahaha! "Vou deixar o tonto pra tras!!!" Foi pensar e olhar pra tras pra averiguar se minha facanha tinha funcionado e quem eu vejo? O rapaz saindo pouco depois de mim do subway. Agora naum tinha duvidas: ele estava me seguindo.
Lembrei da minha mae: "Qq coisa vc grita, pede ajuda pra alguem, entra num lugar publico." Resolvi pedir ajuda. A primeira pessoa q vi foi uma mulher sentada esperando o subway. So tinha ela praticamente naquela area da linha do subway.Perguntei: "Por favor vc sabe onde eu posso achar um policial?" "Policial, pq?" "Pq aquele rapaz esta me seguindo" e apontei pro rapaz, falando num tom audivel da distancia em que ele estava. Nisso eu so o vi saindo de fininho e entrando no elevador q ia pra linha debaixo, olhei e ele olhou bem nos meus olhos, tinha um olho menor q o outro, um olhar estranho, dava medo. "Aquele ali? Acho q ele esta descendo. Naum se preocupa, senta aqui e espera o proximo subway." Respirei aliviada. Ainda um pouco incerta se ele realmente tinha ido embora.
O subway chegou. Entrei, olhando as pessoas no vagao pra ter certeza q eu estava segura. Cheguei na minha estacao e fui correndo pra casa. Naum via a hora de chegar! Q susto!!
O mais estranho foi q na quarta-feira seguinte, na minha aula de Filosofia, eu estava prestanto atencao no professor, qdo um aluno faz uma pergunta e viro pra olhar pra ele, e do lado dele quem eu vejo? Um rapaz, alto, magrelo, com um olho menor q o outro sentado na minha sala!!! Tomei um susto! "O my God! Is it him?" Ate hj naum sei, e me da calafrios toda vez q penso na possibilidade de ser ele. Tento descartar essa possibilidade pelo fato de ele naum ter me encarado na sala, ou nada que tenha me dado medo. Ele mais dorme do q tudo. Mas tb naum sei desde onde aquele rapaz comecou a me seguir. Estava lendo o caminho todo. Mas ainda bem q eu perdi a estacao, pq senaum naum teria notado q ele estava me seguindo. E sempre q fico assustada canto na cabeca uma musiquinha q aprendi a muitos anos na EBF:
"Aprendi um bom segredo
Pra qdo as vezes sinto medo
La na Biblia esta gravado
Eh o q Jesus me diz
Ele diz que esta comigo
Mesmo no meio do perigo
Qdo as vezes sinto medo
Lembro o q na Biblia diz."

18 de fev de 2006

Bozo: Feliz de verdade


Acho que já faz um pouco mais de um mês que o Pr. Arlindo Barreto, muito conhecido como palhaço Bozo, veio contar seu testemunho na nossa igreja.
Amo quando tem gente do Brasil aqui. Cada um que vem é um exemplo de vida nas mãos de Deus. O último que veio foi o Gilson, do Twister. Cada um deles, usa os talentos que tem pra o crescimento da obra de Deus, para levar almas aos pés do Senhor! É lindo demais ver vidas dedicadas ao Senhor assim tão inteiramente.

O Pr. Arlindo Barreto é uma pessoa que tem um conhecimento de Bíblia admirável. Um homem inteligente demais, cheio do temor de Deus, pra tudo ele tem uma base Bíblica. No testemunho dele, ele contou que sendo filho de atriz, estudou nas melhores escolas, fez filmes, e sua carreira como ator crescia. Teve então a oportunidade de fazer o papel do palhaço Bozo no SBT. Segundo o Pr. Arlindo, é fácil para um ator fazer o público chorar e se emocionar, poruqe já temos essa tendência por causa das coisas ruins ao nosso redor, mas difícil mesmo é fazer o público rir.

Tendo aceitado a proposta do SBT, o Pr. Arlindo Barreto fez muito sucesso como Bozo, ganhando vários troféis Imprensa. Porém, enquanto seu público ria, sua vida se enchia de tristeza. Ele tinha fama, muito conhecimento, dinheiro e tudo o que queria. Mas sua mãe falece. Ele fica arrasado e se envolve com álcool e drogas. Se afasta das pessoas, da família, dos amigos, sai da tv e se afoga cada vez mais na sua solidão.

Começa a procurar saídas: psicólogos, macumba: "...que se fosse boa seria chamada boacunda"...rsrs, mas ninguém consegue tirar aquele vazio do coração dele. "Ah! Que peninha!" Pra piorar, a esposa vai embora de casa com seu filhinho, e pouco depois o Bozo foi internado no hospital com overdose. Os médicos disseram que ele iria morrer, não tinha mais solução. Então, o Bozo pede pra chamarem um padre, que infelizmente estava muito ocupado, era véspera de Ano Novo, mas alguém sugere um Pastor, que prontamente deixa tudo para visitá-lo. E foi naquele dia que o Pr. Arlindo Barreto encontrou a única saída pra uma verdadeira felicidade. Ele conheceu Jesus. E o aceitou como seu único Salvador. A mudança de vida é iniciada com sua cura.

É maravilhoso ouví-lo contando, ele se veste de palhaço, e usa recursos visuais, e truques pra ilustrar cada parte do seu testemunho. Ilustra sua vida antes de Jesus com algemas, ele estava preso, tudo o que achava que lhe traria felicidade, não trouxe, tinha tudo do bom e do melhor, nem tinha mas o que inventar pra comprar, mas e daí? Ele busca felicidade em tudo que lhe é apresentado, toda droga, religião, ele tenta tudo, e fica cada vez mais preso. Quando aceita a Jesus como seu Salvador suas algemas são quebradas. (Nessa hora, ele se livra das algemas como num passe de mágica.)

Uma coisa interessante que ele falou, foi que ele percebeu que muita coisa que saía da boca dele não era do agrado de Deus. Então ele passou a estudar a Bíblia, e decidiu que pra evitar pecar no falar, ele usaria no seu dia-a-dia as palavras da Bíblia. E realmente tudo que o Pr. Arlindo fala tem um versículo no meio. INCRÍVEL!! Mas ele fala assim tão gostoso!! Tão sincero, tào como se fossem as palavras dele mesmo, fazendo palhaçada e ao mesmo tempo fazendo você refletir e questionar. Benção demais!! A Bíblia, é a verdadeira espada contra as lutas que passamos! (Minha espada naum esta muito afiada ultimamente...)

No final o Pr. Arlindo começa a tirar a fantasia e a maquiagem. E vai dizendo que é preciso tirar as máscaras, porque o Senhor conhece os corações! E diz que ele vivia uma alegria mascarada, porque seu coração estava cheio de amargura e tristeza. Mas hoje ele quer proclamar a alegria maior, que preenche o coração. É lindo demais!


O Pr. Arlindo recomeçou a vida dele depois que saiu do hospital. Aos poucos o Senhor foi transformando cada área da vida dele. Se libertou das drogas, reconstruiu sua família, hoje seus dois filhos e sua filhinha vão com ele mundo à fora transmitindo a alegria de uma vida no centro da vontade de Deus!!! O filho mais velho dele é dentista, e tirou meus dois dentes sisos!! Rs Fiquei com uma buchechona, ja é grande...depois então...rsrs

É isso aeee! Ah! Só pro recorde, eu ouvia o disco do Pr. Arlindo Barreto quando era criança. E fiquei muito feliz de conhecê-lo pessoalmente. O sentimento q ele deixou no meu coração, foi uma vontade enorme de usar os talentos q o Senhor me deu pra realmente fazer a obra, obedecer o "Ide". O Pr. Arlindo além de ter um testemunho com o objetivo de Salvaçào de vidas, ele motiva também aos que já conhecem as Boas Novas, para anunciá-las. Eis aí o desafio!!!

15 de fev de 2006

Primeiro amor!

Hoje almocei com a Pamela na facul e conversamos sobre o meu about do orkut:

I'm waiting for a guy who calls me beautiful instead of hot.
Who calls me back when I hang up on him.
Who will stay awake just to watch me sleep.
I'm waiting for the guy who kisses my forehead.
Who wants to show me off to the
world when I'm in my sweats.
Who holds my hand in front of his
friends.
Waiting for the one who is constantly reminding me of how much he cares about me and how lucky he is to have me.
Waiting for the one who turns to his friends and says, "...that's her."


Comentei q hj em dia os homens estao muito devagar, o que naum eh apenas minha opiniao, ate meu lider de jovens afirma: "Esses caras nem com mulher bonita tem iniciativa!" A Pam concordou, e disse q antes os meninos naum largavam do pe. Comecamos a lembrar dos nossos primeiros namoradinhos! rs Eles ligavam todo dia, naum cansavam de elogiar, de dizer eu te amo, nos colocavam num pedestal: a mais linda, mais inteligente, mais simpatica...rsrs! Tenho um amigo q vendeu a colecao dele de figurinhas (era colecao de alguma coisa q ele gostava), pra comprar um presente pra namoradinha! O grude era tanto q, no caso da Pam e no meu caso tb, nos acabavamos sendo grossas e judiando dos pobrezinhos, mandavamos eles largarem do pe, naum demonstravamos interesse nenhum (mesmo tendo muito interesse rs), faziamos ciumes, chantagem, sabiamos que eles fariam de tudo...
Chegamos a conclusao q ate os nossos namoradinhos, q costumavam ser tao doces, tao bonzinhos, tao atenciosos, tao dedicados, tao tudo de bom, estao hj sem paciencia pra relacionamento, pra conquistar uma mulher, enfim pra mostrar mesmo o q estao sentindo sem medo das nossas judiacoes!! Eles com certeza ficaram magoados, decepcionados e naum tem mais aquele coracao puro, q pensa em fazer de tudo pela mulher que amam. A CULPA EH NOSSA ENTAUM! Nos mulheres que fomos o primeiro amor deles, e naum fizemos por merecer!
Me senti culpada depois dessa conversa! Entaum, se eh que ajuda, essa eh pra vc Rodrigo Baungratz!!
Ro...
Vc foi meu primeiro, ninguem tira isso da gente!
Faltou maturidade de nos dois, ainda falta, e mesmo eu tendo te desmerecido algumas, quer dizer, varias vezes, no fundo vc sabia q eu era doidinha por vc ne?! rsrs So naum queria q ninguem mais soubesse...rsrsrs Desculpa!
Naum lembro se eu cheguei a deixar vc ler meu diario, mas la esta a prova de que gostei de vc desde uns 10 anos, ate menos acho.
Agora ta aqui pra quem quiser ver: Me perdoa Rodrigo Baungratz!! Vc eh especial pra mim! (Num jeito diferente agora, so amigo ta?!)
E se vc realmente desistiu de ser aquele menino apaixonado q eu namorei, romantico, persistente, cheio de iniciativa (ate demais eu diria), por minha culpa, quero pedir q vc volte ao velho Ro, se voltar vai fazer alguma mulher muittoooo FELIZ!!
Segue em frente, torco pela sua felicidade, tenho certeza q vc vai achar uma baixinha pra vc se apoiar!! rsrs
Deus te abencoe!!! Sorry mesmo!

4 de fev de 2006

My Professors

Quero compartilhar um pouco sobre meus professores da facul de acordo com meu ponto de vista.

Professor Margaret Shaw (Reading 101): Ela tem o objetivo de nos ensinar a ler criticamente e principalmente a absorver as informacoes do texto lido. Estamos aprendendo a fazer uma lista das coisas q ja sabemos sobre o assunto de um texto antes de le-lo. E outra lista de conhecimentos adquiridos depois da leitura. Resumo e sumario foram as atividades da ultima aula. E tem um book report assignment due in March 22. Ela ja tem uns 50 e poucos anos. Eh organizada e metodica. Ela tenta ser criativa e prender a nossa atencao ao maximo, mas as vezes ela eh meio boring. Pra ganhar um A com ela vou precisar de um pouco de puxa-saquismo e criatividade nas minhas atividades. Ela gosta de coisa diferente, aluno q faz alem do que ela pede. Ate agora naum tive dificuldade na aula dela. Tem um seminario pra apresentar mais pro fim do semestre, dai eu quero ver...rs!

Professor Esposito (English 101): Escolhi esse professor pq no site ratemyprofessor.com os alunos escreveram q ele mudou a vida deles, que ele eh o melhor professor da facul e tal. Mas posso dizer q ja tive melhores. Ele eh otimo, gosta de ouvir nossa opiniao em tudo. Eh revoltado com a cultura americana e o modo como ela tem alienado as pessoas. Ele naum entende o pq da necessidade de celular, de video games, tv, mp3 players... pra ele as pessoas deviam passar mais tempo pensando, questionando, ou ate socializando. Ele ta certo, mas tem um ponto de vista extremista. E tb naum gosto q ele fala palavrao na classe, sei la. Ele eh um tipo bem exotico eu diria, uma mistura de inteligencia com loucura! Todo cheio de tatuagens. Disse q se drogava na juventude e que percebeu q isso naum deixava ele pensar direito, ai parou. Ele faz chamada e pergunta se lemos o livro, tem uns meninos q nunca leem, dai ele fala: "What's the matter with you fuckers? You're screwed!" Ai meu ouvido! Estamos lendo "The things they carried" by Tim O'brien. O objetivo do professor eh que possamos desenvolver uma escrita consistente e coerente, fundamentada na nossa visao de mundo, atraves da analise desse livro. Gosto das analises q fazemos do livro. Ele relaciona os acontecimentos do livro com a nossa realidade, pensamos alem do que o autor escreveu. E ele naum descarta a opiniao de ninguem, gosta de entender o q realmente passa na nossa cabeca. Eu tenho falado pouco, mas aos poucos vou me sentir mais a vontade, espero.

Professor Solosky (Math 102 - Statistics): Esse professor trabalha pra uma empresa que faz estatisticas para aposta em jogos. Eh feita uma analise da probabilidade de um time ganhar do outro, e de acordo com essas informacoes as pessoas apostam. Mas eu naum gosto de ficar falando de resultado de jogo. E o professor sempre usa uns 20min da aula pra isso. "Quem assistiu Fulano contra Ciclano ontem?" Ah! Fala serio! A materia em si eh muito interessante. Estamos estudando os metodos usados para a realizacao de uma estatistica, onde e porque ela eh usada, quais sao os sources e como fazer. Eh interessante se dar conta que uma estatistica pode determinar tudo qto eh tipo de informacao sobre uma determinada populacao. E parar pra pensar, mesmo q pareca estupido q nunca pensei antes, q nem sempre elas sao accurate.

Professor Stella Fox (NCC 101 - Freshman course): Ela eh muito animada! Tem o objetivo de nos dar dicas, nos orientar, nos ensinar como succeed in college.


TENHO Q ME PREPARAR PRA FECHAR A LOJA...segunda termino aqui